O Santos Futebol Clube estabeleceu a criação do INSTITUTO SANTOS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL, que terá sede no CT Rei Pelé, nos termos do artigo 6º do Estatuto Social do Clube, qual seja:
Artigo 6º: Por aprovação do Conselho Deliberativo, o SANTOS poderá criar instituto ou entidade de propósito específico com a finalidade de (i) utilizar esportes olímpicos e/ou modalidades esportivas amadoras como um instrumento de formação e criação de valores, de inclusão social e responsabilidade social e ambiental, gerando para indivíduos especialmente ligados a grupos e comunidades de baixa renda a oportunidade de prática esportiva e de capacitação profissional, com viés de inclusão educacional e social; (ii) utilizar a prática esportiva amadora como ferramenta de conscientização, promoção dos valores morais e éticos dos jovens, capacitação de pessoas, possibilitando através da inclusão a perspectiva de um futuro melhor; (iii) colaborar, sempre que possível, ou firmar convênios com os poderes públicos e/ou entidades congêneres em benefício de atividades esportivas, educacionais, sociais e culturais ligadas a grupos e comunidades de baixa renda; e/ou (iv) fomentar suas atividades com esportes amadores, incluindo, mas não se limitando, mediante identificação e execução de patrocínios com pessoas físicas e jurídicas, o Ministério dos Esportes, via Lei de Incentivo ao Esporte, bem como arrecadação de recursos através da prestação de serviços especializados ou locação de seus bens móveis ou imóveis vinculados às suas atividades e aos seus ativos.
O presente Instituto visa atender as contrapartidas do Ministério Público, promovendo a inclusão social através do esporte e contribuindo com a formação de cidadãos a fim de incentivar à vida saudável com a prática esportiva.
Vale ressaltar que toda a estrutura do Instituto visa o trabalho de valores éticos, fomentando a fraternidade, solidariedade e trabalho em equipe, e, desse modo, estabelecer parâmetros de equidade social com os mais variados públicos.
A criação do Instituto prevê muito além de futebol, visto que, o programa de responsabilidade social do Santos F.C., utilizando a imagem do Clube e seus respectivos atletas, tratará de questões relevantes para a sociedade, conscientizando todas as categorias de formação, da base e do futebol feminino, formando, além de atletas, cidadãos.
Dentre as ações realizadas, estão as visitas dos atletas em comunidades e ONGs, visitas ao Centro de Treinamento e à Vila Belmiro, e ainda, o engajamento dos atletas em suas próprias redes sociais.

As temáticas das campanhas abrangem:

Doações de agasalhos, roupas, alimentos, brinquedos e outros;
Conscientização acerca do racismo, homofobia, setembro amarelo, outubro rosa, novembro azul e outros;
Inclusão, combatendo as exclusões provocadas pelas diferenças de classe social, educação, idade, deficiência, gênero, preconceito social ou preconceitos raciais;
Exposição de marcas como a GRAAC, AACD, WWF, Hospital Do Câncer e outros;
Estabelecer parcerias institucionais, como a Agência da ONU para Refugiados;
Estabelecer o “Peixinhos da Vila”, que institui a gratuidade de ingressos para crianças da rede municipal de ensino, conforme projeto da Secretaria Social.
Ademais, no que tange as iniciativas a serem implementadas, estão os seguintes projetos:

Projeto Sereinhas da Vila

Trata-se da criação de uma escolinha de formação para meninas de até 14 anos, atuando apenas para as meninas que residem em área de alta vulnerabilidade social, com o objetivo de incentivá-las à prática esportiva, atrelada à educação. O projeto visa, além dos treinos esportivos, que sejam ministradas palestras com temáticas relevantes para formação dessas adolescentes enquanto cidadãs. Assim, as aulas ocorrerão duas vezes por semana no CT Rei Pelé. Para tanto, será necessário um professor/treinador.

Projeto Up/Santos F.C.

Formação de parceria entre o Santos F.C. com o Projeto UP, a fim de estabelecer um time do Santos F.C., formado por portadores de síndrome de down e deficiência intelectual. Para tanto, será realizada a cessão de espaço para os atletas treinarem no CT Rei Pelé, aos sábados no período da tarde, bem como a cessão de transportes para os jogos, que são pagos através de rifas e ajuda dos pais. O Projeto UP possui dois atletas que atuam pela seleção brasileira de futsal down e, além disso, a equipe já possui professores e voluntários.

Equipe Feminina e Masculina Goalball/Lar das Moças Cegas

Os times masculino e feminino já existem, deste modo, o Santos F.C. visa a disponibilização de espaço no CT Rei Pelé. Vale ressaltar que o time de atletas paraolímpicos do Santos F.C. é referência em inclusão e já disputa campeonatos.

Ampliação do Projeto Peixinhos da Vila

O projeto visa o recebimento de algumas escolas cadastradas no “Peixinhos da Vila” a fim de que exerçam atividades no campo do CT Rei Pelé, uma vez por semana. Assim, dará a oportunidade para as crianças estarem no mesmo espaço em que seus ídolos treinam.

Realização de Atividades Educativas e Culturais

Prevê a atuação, em conjunto, da equipe de futebol da base com assistentes sociais, psicólogas e professoras, a fim de que sejam ministradas palestras com temas em sede de educação, saúde, sexualidade, combate às drogas, segurança e respeito à diversidade.

Seletiva (Peneira) para Crianças de Comunidades

Objetiva a criação de uma seletiva (peneira), em dia específico, apenas para crianças carentes de comunidades, fazendo com que o centro de captação das categorias de base consiga dar atenção a estas crianças.

Participação de Ídolos Atletas e Sereias da Vila

Prevê que, uma vez por semana, sejam escolhidos um atleta, ídolo ou sereia da vila, para participarem de alguma das ações realizadas, a fim de que compartilhem suas trajetórias e, consequentemente, que aumente o engajamento e visibilidade do Instituto Santos.
Por fim, no que tange a arte e cultura, a fim de dialogar com as massas, pretende-se unir a arte ao esporte, criando atividades culturais com objetivo de promover inclusão social por meio da cultura e da arte popular, de modo a salvaguardar e valorizar a cultura popular brasileira, democratizando o acesso ao patrimônio cultural nacional e proporcionando a troca de informação acerca de conteúdo cultural.

Para tanto, o projeto pretende atender crianças e jovens carentes realizando atividades como:

Educação Cultural com aulas sobre cultura dos povos e ancestralidade;
Oficina de ritmos tradicionais e aulas de percussão popular;
Aulas de bateria (escola de samba);
Roda de tambores;
Capoeira, teatro, dança e cinema ;
Palestras e workshops relacionados à arte e cultura.
Deste modo, o Instituto atuará na homenagem dos ritmos populares e incentivo ao resgate de memória, através da música, teatro e cinema. Realizando, então a conexão de pessoas através de manifestações típicas brasileiras e a conexão dos alunos com maior diversidade cultural do mundo, nossa cultura brasileira.

INSTITUTO SANTOS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

Arquivo em PDF
Disponível para download
R. Princesa Isabel, s/nº - Vila Belmiro - Santos/SP - CEP 11075-501 ouvidoria@santosfc.com.br (13) 3257-4000